Resplendores Humanos

 

Existe uma eletricidade humana misteriosa. Ela percorre a plateia do teatro, irradia do palco como se fosse um feixe bruxuleante de luz: Eva Wilma está em cena. A ida ao teatro para ver a peça Azul Resplendor vale por este fato simples, mas arrebatador, a presença da diva, humorada, brejeira, vibrante, atilada, dona de um estilo único capaz de conciliar doçura e irreverência.

+Read more