morte acidental de um anarquista High-res version

O mais que perfeito teatro do nosso tempo

 
Talvez você, amante do teatro, tenha um grande medo: a morte ou a esclerose senil de sua arte adorada. Condenada por velhice em nosso tempo de tecnologia impiedosa, ela estaria sem função, pronta para desaparecer. Pois esqueça o peso dos séculos, as ameaças sombrias dos faustos do século XIX e comemore com uma festa teatral. Ela está logo ali, irresistível, inebriante, no Teatro dos Quatro – é a montagem sensacional de Morte Acidental de um Anarquista, de Dario Fo (1926-2016).

 

Prepare-se para usar a sua inteligência, desprezada em tantas rotinas contemporâneas. E para rir, rir até não poder mais, aquele riso irmão da melhor racionalidade. Em cena, está um time de gente de teatro impregnada até o mais fundo da alma pelo encanto e o desafio do palco. O seu líder é um assassino violento da pobreza de espírito – o mirabolante Dan Stulbach.

+Read more