Captura de Tela 2018-08-20 às 19.25.41 High-res version

A falha da ciência, a certeza do amor

 
A cena, em linhas delicadas de rara beleza, sugere ser uma lâmina de microscópio: ciência no palco, ciência do palco. Sob as lentes – o olhar do espectador – dois seres inusitados, pessoas de aparência estranha. Um homem sorumbático, perdido em si, uma moça desequilibrada, quase inconveniente, perdida no mundo. Para o pensamento corrente cotidiano, o saber miúdo de todos nós, duas pessoas descartáveis, desagradáveis, até. Impossíveis protagonistas de uma história de amor.

 

No entanto, a vida não pode ser tão simples. A antiga certeza aristocrática, preconceituosa e discriminadora, origem da nossa mania de rotular as pessoas, está sob nocaute no mundo de hoje. Esta constatação simples, iluminada, é o centro do delicioso texto Heisenberg – A Teoria da Incerteza, de Simon Stephens, cartaz do Teatro Poeira. Deseja saber do que se trata, numa palavra? Pois bem, lá vai: imperdível. Corra para ver. Trata-se de uma peça que parece simples, simula candura, mas é rascante, densa e, o melhor de tudo, divertida. A encenação, quase uma demonstração científica, vai fazer uma grande diferença na sua vida.

+Read more